Ecrã de busca

Salmo 26

David recorre a Deus, confiando na sua própria integridade

Salmo de David

1JULGA-ME, Senhor, pois tenho andado em minha sinceridade; tenho confiado também no Senhor; não vacilarei. 2Examina-me, Senhor, e prova-me: esquadrinha os meus rins e o meu coração. 3Porque a tua benignidade está diante dos meus olhos; e tenho andado na tua verdade. 4Não me tenho assentado com homens vãos, nem converso com os homens dissimulados. 5Tenho aborrecido a congregação de malfeitores; não me ajunto com os ímpios. 6Lavo as minhas mãos na inocência; e assim andarei, Senhor, ao redor do teu altar, 7Para publicar, com voz de louvor, e contar todas as tuas maravilhas. 8Senhor, eu tenho amado a habitação da tua casa, e o lugar onde permanece a tua glória. 9Não colhas a minha alma com a dos pecadores, nem a minha vida com a dos homens sanguinolentos, 10Em cujas mãos malefício, e cuja mão direita está cheia de subornos. 11Mas eu ando na minha sinceridade; livra-me e tem piedade de mim. 12O meu pé está posto em caminho plano; nas congregações louvarei ao Senhor.

Almeida Revista e Corrigida (Portugal)

Copyright © 2001 Sociedade Bíblica de Portugal

More Info | Version Index